Guest Post Senhor Tanquinho e Dieta Cetogênica (com infográfico)

Hello, Friends!

Meus amigos Guilherme e Roney trazem um post sobre um assunto que as pessoas tem muito interesse. Espero que gostem!

Abraços!

Teco

 

Então, com vocês, Senhor Tanquinho!


 

Hoje nós vamos falar sobre dieta cetogênica.

A dieta cetogênica tem uma história muito curiosa.

Isso porque ela foi desenvolvida inicialmente para tratar pacientes com epilepsia – e foi provado que ela conseguia reduzir a intensidade e a frequência das crises em crianças, induzindo nelas um estado denominado cetose.

Porém, descobriu-se também que a dieta cetogênica era muito boa para promover a perda de peso, especialmente em pessoas que seguiam uma dieta ocidental tradicional, a Standard American Diet, SAD.

A base da dieta cetogênica é de gorduras boas, proteínas e poucos carboidratos.

Dentro desses carboidratos, incluímos os vegetais de baixo amido, as folhas verdes, ou vegetais crucíferos, alguns legumes e algumas frutas em moderação.

Com isso, alguns alimentos claramente não entram na dieta cetogênica, como por exemplo, o pão, as massas, o açúcar, o leite, o arroz, o feijão, entre outros alimentos muito ricos em carboidratos.

Sendo assim, podemos dizer que a dieta cetogênica é uma variação ou um tipo da dieta low-carb.

( Falamos mais sobre os tipos de dieta low-carb no nosso texto completo: “Dieta Low-carb: O que é, Alimentos Permitidos, Cardápios e Variações e Qual a Melhor Opção para Você”. )

A proporção de macronutrientes da dieta cetogênica clássica, isto é, da dieta como ela foi originalmente pensada para ser seguida, é de: aproximadamente 5-10% das calorias vindas dos carboidratos, aproximadamente 20-30% das calorias vindas das proteínas e o restante, que vai compor entre 65% e 75% das calorias, vindas da gordura.

Novamente, a ideia é que esse consumo maior de gorduras treine o seu corpo a usar a gordura como fonte principal de combustível, em um mecanismo, conforme falamos, chamado cetose.

É importante, se você pretende seguir uma dieta cetogênica por longo prazo (e não existe nenhuma evidência científica de que seguir a dieta cetogênica por longo prazo traga qualquer malefício para a saúde), focar na qualidade nutricional dos alimentos, isto é, escolher alimentos nutricionalmente densos.

Ou seja, só porque pode comer gordura, não quer dizer que você deva se entupir de creme de leite e manteiga, é importante escolher alimentos que tenham muitos nutrientes, como por exemplo, abacate, azeite de oliva, carnes, ovos, peixes gordos e muito mais.

Sendo assim, essa filosofia de densidade nutricional dos alimentos, de comer comida de verdade, está muito alinhada com a dieta paleolítica, foco deste blog e também abordada em detalhe no nosso texto completo.

Para complementar e facilitar a compreensão do material, separamos um infográfico para você, que você pode verno fim do Post logo abaixo!

A fonte foi o texto original: “Dieta Cetogênica: Cardápio, Receitas e Alimentos Permitidos”.

Também falamos sobre a dieta cetogênica em nosso canal do Youtube: senhortanquinho.com/youtube.

E, se você estiver tendo dificuldades em seguir a dieta cetogênica e quiser conhecer um cardápio completo para emagrecer em 91 dias, clique aqui.

Porque temos um material exclusivo, com cardápio, receitas, lista de alimentos e muito mais.

Desejamos muito sucesso!

Forte Abraço,

Guilherme e Roney

dieta cetogênica infográfico png

Categorias: Artigos,Dieta Paleo,Paleo

Comentários fechados